8 Passos do Marketing de Conteúdo

Tempo de leitura: 9 minutos

O tal do “Marketing de Conteúdo” está na moda não é? Todos falam dele. Em todos os veículos especializados somos bombardeados com um monte de informação todos os dias. As empresas de fato aprenderam que o segredo para aparecer e fazer bonito nos dias de hoje é ter informação em seus sites.

É aí que mora o perigo. Na maioria das vezes as empresas acham que só replicar algum site já é suficiente. Então pegam um post ou um artigo em um grande portal (UOL, TERRA, GLOBO, etc), copiam e colam em seu site. Outras acham que basta criar “qualquer coisa” ou “uma notinha” e a coisa estará resolvida.

Criar conteúdo é coisa séria e requer muito estudo e principalmente dedicação. Conheço empresas e pessoas que conhecem o seu mercado de maneira única, entretanto, são incapazes de produzir 1 linha de conteúdo sobre ele sequer.

Tenho estudado diversos métodos de Marketing de Conteúdo, e pessoalmente gostei muito deste que vou apresentar agora. Ele é simples e faz sentido para todo tipo de mercado. Vamos lá?

Para tentar definir, Marketing de Conteúdo é uma estratégia baseada na produção de conteúdo com o foco na resolução de problemas comuns do seu mercado alvo, com o objetivo de ganhar autoridade e se aproximar dos seus potenciais compradores.

1 – Faça a Segmentação

Esse é o passo essencial. Todos devemos partir de uma pesquisa, e nada é mais trivial que isso. Por mais maluco que isso possa soar, as pessoas tendem a não fazer o dever de casa! É essencial pesquisar! Saber onde estão seus clientes, quais são seus costumes, padrões, idéias, idade e tudo mais. Uma estratégia muito utilizada é a criação das Buyer Personas. Criar Buyer Personas é pensar no seu mercado como uma história, e imaginar que seu cliente é um personagem. Você deve modá-lo com todas as características de um personagem de um conto, só que imaginando como seria seu cliente no mundo real, é claro.

A segmentação é fundamental porque assim você encontra o seu espaço no mercado, o seu nicho, a sua parte do todo. Não adianta querer abraçar tudo. Eu já ouvi de diversos empresários coisas do tipo: “Meu público-alvo é todo mundo! Quanto mais vender melhor! Quanto mais gente comprar melhor!”. Não é por aí. Se você vai atacar mais pessoas com sua publicidade, por exemplo, você gasta muito mais, e sua mensagem só está sendo eficaz para um segmento daquele público. Então SEGMENTE e não fique tentando abraçar o mundo com suas idéias.

2 – Determine seus Objetivos

Se você não sabe onde quer chegar, você acaba não chegando em lugar algum não é mesmo? E se não sabe onde quer chegar e chega em um lugar qualquer, pode achar aquilo bom, e se acomodar. Nada disso! Vamos pensar em objetivos e metas inteligentes.

Aprendi a desenvolver metas em uma plataforma que em inglês é definida pelas iniciais S.M.A.R.T. e quer dizer que nossas metas devem ser specific (específicas), measurable (mensuráveis), attainable (atingíveis), relevant (relevantes) e time bound (temporais). Determine suas metas pensando nessas 5 variáveis e nunca mais vai errar. Nem vai viajar na maionese, nem vai definir prazos muito curtos, nem pensar em atingir aquilo que não é significativo para você.

Com essa ferramenta em mãos, pense onde você quer chegar com seu conteúdo. Ou quais são seus objetivos com o seu conteúdo. Você quer apenas divulgar sua marca? Você pensa em fazer uma lista de emails para trabalhar alguns produtos digitais? Você quer ter mais visibilidade para um segmento específico – e mensurável – de clientes?

3 – Defina um Tópico e uma Mensagem

Você tem que falar sobre alguma coisa, certo? Sobre que vai falar? Essa é a principal dúvida das empresas e pessoas quando pensam em criar um Blog. Esse é o momento que separa aqueles que vão dar certo daqueles que não conseguirão chegar nem ao 3º post. Você tem que falar sobre algo que você gosta, sobre algo que você conhece bem e sobre algo que você tem experiência (porque é chato falar sem dar exemplos).

Sua mensagem deve estar ligada a um tópico muito claramente pesquisado e conectado aos desejos e anseios dos seus consumidores em potencial. Tudo isso deve estar conectado! Essa conexão deve ser passada com clareza através da forma como você escreve! Você deve transpirar esta paixão pelo seu nicho e pelo seu conteúdo (consequentemente pelo seu público).

4 – Faça sua Pesquisa de Palavras-Chave

Não conseguimos escapar da pesquisa de palavras-chave, porque ainda dependemos do Google. Mas veja só, esta etapa não está lá no 1º lugar. Ela está aqui, no 4º ponto. Porque? Simples. Eu só acho que é válido pesquisar palavras-chave quando você conhece o seu público, os seus objetivos e sua mensagem. Sem isso, esquece! Não adianta ficar na ferramenta de palavras-chave do Google sonhando com as pessoas, e com o volume de busca, e com os Trends. Nada disso vai te ajudar a conhecer as pessoas, a definir onde você quer chegar e a conectar sua paixão a uma mensagem interessante que resolva algum problema de alguém. Entendeu?

Essa parte é chata, é cheia de detalhes técnicos, mas existem várias formas de fazer isso. Para começar, o ideal é pesquisar para ver se o tópico que você escolheu tem volume, pois isso estará diretamente ligado à capacidade que seu blog/site terá de gerar tráfego e consequentemente, dinheiro.

Para pesquisar as palavras-chave, aqui vai minha dica. Sempre se pergunte: Como meus clientes procurariam o meu produto/serviço no Google? Com que palavras? De que forma exatamente? E depois disso, vá até o Google e teste todas as opções e veja se você está encontrando seus concorrentes (caso você tenha concorrentes). A dica é básica, simples e muito importante! Pensar por meio de palavras-chave é totalmente diferente de pensar no mundo real. Aqui você tem que pensar por meio de palavras-chave.

5 – Defina o tipo de conteúdo que seu público consome

Para muitos, Marketing de Conteúdo é só artigo e post de blog. É claro que um post é uma forma simples e talvez a mais vista de produzir conteúdo. Todavia, conteúdo é toda forma possível de se organizar dados, idéias e pensamentos. Podemos organizar isso através de vídeos, infográficos, imagens, posts curtos (twitter), análise de produtos, eBooks, Whitepapers, emails, aplicativos Mobile, pesquisas, seminários dentre outros.

Você tem que descobrir qual é o tipo de conteúdo que mais funciona para o seu público e focar nele.

6 – Comece a Criação de Conteúdo

Agora é hora de pegar alguns dos passos anteriores e colocar a mão na massa. Escrever é muito mais um hábito que um dom. Não se preocupe! Você vai aprender a escrever bem se praticar! Para isso, pratique! Não existe conselho melhor que esse para quem está querendo colher resultados com Marketing de Conteúdo.

Você deve pensar em SEO (ou palavras-chave), você deve pensar nos eu público-alvo, você deve pensar na sua mensagem, na segmentação que você fez e em seus produtos. Seja simples e escreva textos que possam ser lidos graficamente, ou seja, listas (10 coisas, 8 pontos, 5 maneiras), opinião de produtos/serviços, novas idéias e propostas e por aí vai.

7 – Faça a Promoção do seu Conteúdo

Nesse momento você vai ver que valeu todo o seu esforço em redes sociais durante toda a sua vida. Se você é do tipo solícito, que ajuda as pessoas quando elas precisam, que está sempre pronto a responder, que dá sugestões inteligentes e organizadas, você certamente vai ser ouvido quando postar algum tipo de conteúdo nas Redes Sociais.

Eu falei lá em cima que Marketing de Conteúdo é resolver problemas. Então, utilize as buscas das redes sociais para encontrar problemas, e resolvê-los. Por exemplo o Twittere Search, é um bom lugar para isso. Você vai encontrar muita coisa legal também nos grupos do LinkedIn, do Facebook e nas Comunidades do Google+.

Postar seu conteúdo no Slideshare também é uma excelente idéia. Se seu conteúdo contiver um passo-a-passo, como este aqui, organize um slide, e poste por lá fazendo um link para o seu post original. O Slideshare vai te ajudar muito no SEO.

8 – Meça seus Resultados

Finalmente, você deve medir os resultados do que você publicou. Sem isso você nunca saberá se seu conteúdo está adequado, ou se você precisa de procurar outro nicho/segmento para divulgar seus produtos. Toda mensuração leva em conta um indicador de performance, ou em inglês KPI (Key Performance Indicator). O KPI é a parte mensurável lá da sua meta S.M.A.R.T., lembra? É sempre importante poder mensurar dados quantitativos (como tráfego, por exemplo) e sua relação com dados qualitativos (como vendas ou retorno sobre o investimento, por exemplo).

E nós somos aquilo que repetimos…

O ciclo se repete a partir do ponto 3, identificando novo tópico e mensagem para postar novamente. Vale também parar para identificar os problemas, analisar eventuais feedbacks, comentários e por aí vai.

Por fim, este é um pequeno resumo para quem está querendo começar. Já é alguma coisa né? Eu mesmo quando pensei em começar a escrever fiquei muito perdido. Temos acesso a muita informação, e isso causa uma certa confusão para quem quer produzir conteúdo. Meu principal conselho é: leiam conteúdo de qualidade diariamente. Tendo contato com conteúdo bom diariamente, você fatalmente será um bom escritor também.

Se precisar falar sobre Marketing de Conteúdo, você pode entrar em contato comigo.

E vocês? Tem algum método que utilizam? Gostaram desse passo-a-passo? Por favor, deixem comentários! =)

 

12 Comentários


  1. Olá Diego, gostei muito do seu texto, me ajudou bastante. Acaba com o mito de que produzir é para qualquer um ou tarefa simples, e também é sempre importante reforçar sobre a questão das metas e mensuração de resultados. Smart! Abraços

    Responder

    1. Olá Lívia! Que bom te ver por aqui.
      Escrever bom conteúdo é uma tarefa muito complicada! Você sabe disso melhor do que eu. =)
      Obrigado pela visita.
      Grande abraço!

      Responder

  2. Muito interessante o seu ´´step by step“ da um norte, pra quem como eu, tem o intuito de publicar posts. Grandes dicas. E obrigado por agregar valor

    Responder

  3. Olá Diego,
    Este artigo é demais.
    Eu estava precisando de um post sobre Marketing de Conteúdo e como sei que é a sua praia acessei o seu site
    para ver algum artigo a respeito e encontrei este sobre os 8 passos do Marketing de Conteúdo.
    Em 11 anos garimpando sites em busca de conteúdo confesso que nunca tinha visto um post tão completo e
    sincero sobre como gerar conteúdo de qualidade. Parabens
    A pesar deste em parte (no segundo parágrafo) servir como uma crítica a meu próprio meio de trabalhar, retrata exatamente o modo que eu gostaria de trabalhar se tivesse tido nesses onze anos, o apoio de outros parceiros durante esses 11 anos de trabalho.

    Se você me permitir, gostaria de publicar parte dele no http://www.portaldomarketing.net , juntamente com um link para cá é claro.

    Responder

    1. Meu amigo, é sempre bom te ver por aqui.
      Fico feliz em poder ajudar.
      Sobre o repost, peço só que envie um link para cá, e pode mandar ver! =)

      Grande abraço!

      Diego Isaac.

      Responder


  4. Olá Diego, excelente conteúdo!
    Estou buscando um especialista em geração de conteúdo especializado. Não sei se você sente a mesma dificuldade, mas estou com alguma dificuldade para encontrar o perfil ideal para trabalhar com marketing de conteúdo…
    Caso você tenha algum alguém para me indicar ou algum canal mais específico para recomendar, agradeço muuuitíssimo! =))

    Abraços e sucesso!

    Responder

  5. Diego,
    Marketing de conteudo em forma de artigos e cursos dificilmente encontramos em sites braseiros.

    Em sites americanos encontramos até cursos gratuitos de extrema qualidade. Agora artigos, ebooks, autores especialistas etc, não faltam na lingua inglesa.

    Parabéns por ser um dos pioneiros aqui no Brasil, que não trata o assunto de forma rasa e vaga.

    Abraço e sucesso.

    Responder

    1. Olá Rodnei, como vai?
      Muito obrigado pelos elogios e pela atenção em ler o artigo.
      Tento sempre trazer algo que realmente vai mudar a vida de alguém. O que eu quero com esse blog é ajudar.

      Muito obrigado novamente.

      Grande abraço.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *